sexta-feira , 14 junho 2024
Capa » Floriano » Salário-mínimo em 2024 vai gerar impacto de R$ 5 milhões no Piauí, diz Sefaz
Salário-mínimo em 2024 vai gerar impacto de R$ 5 milhões no Piauí, diz Sefaz

Salário-mínimo em 2024 vai gerar impacto de R$ 5 milhões no Piauí, diz Sefaz

O reajuste para R$ 1.412 no valor do novo salário-mínimo, a partir deste mês de janeiro, vai gerar um impacto financeiro orçado em R$ 5 milhões nas contas do Governo do Piauí. O aumento no custeio com os servidores está previsto no planejamento para 2024, conforme antecipou o secretário de Fazenda (Sefaz), Emílio Júnior.

Pago a partir de fevereiro referente à folha de janeiro, o valor é 6,97% maior que o salário de R$ 1.320, que vigorou de maio a dezembro de 2023. Aprovado no Orçamento Geral da União de 2024, o novo salário-mínimo de R$ 1.412 corresponde à inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses terminados em novembro do ano passado.

“Em relação aos salários, a gente já pediu uma projeção no valor do salário-mínimo. Pelas nossas estimativas, isso deve beirar quase R$ 5 milhões de aumento. Isso já está acordado pelo governador. Temos que cumprir e é uma determinação legal”,
 garantiu.
Municípios

O impacto anual do reajuste aos cofres das prefeituras dos municípios piauienses é projetado em mais de R$ 98 milhões, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Dentre as cidades do Nordeste, as prefeituras piauienses sofrerão o segundo menor impacto financeiro, ficando atrás apenas do estado do Sergipe, que estima o aumento de R$ 69.918 milhões nos custos em 2024.

Ao todo, 54.077 servidores públicos piauienses, com remuneração de até R$ 1,5 mil, terão os salários reajustados.

Reajuste aos servidores

O percentual do reajuste linear aos servidores só deve ser definido após um encontro entre o governador Rafael Fonteles (PT-PI) e as categorias. Além disso, o Poder Executivo vai aguardar os resultados do balanço financeiro do último quadrimestre de 2023.

“Nós estamos com uma equipe da contabilidade, trabalhando esses números. A partir do dia 18 ele vai sentar com as categorias para definir esse aumento linear. Nós estamos justamente ajustando esses números para colocar para o governador para definir quanto o estado pode arcar de aumento”, pontuou.

FONTE: CLUBE NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

três × cinco =