domingo , 16 junho 2024
Capa » Floriano » MAMA ÁFRICA 2: Uma noite de celebrar a Consciência Negra através da arte e educação em Floriano
MAMA ÁFRICA 2: Uma noite de celebrar a Consciência Negra através da arte e educação em Floriano

MAMA ÁFRICA 2: Uma noite de celebrar a Consciência Negra através da arte e educação em Floriano

Na noite da última sexta-feira (24), o auditório do CAFS/UFPI tornou-se o epicentro de uma celebração única e poderosa, com a realização do evento “MAMA ÁFRICA 2”. O encontro reuniu uma notável gama de artistas e educadores, todos unidos em um coro vibrante em prol da Consciência Negra, visando um futuro onde a utopia da consciência humana seja alcançada.

Promovido pela UFPI, em parceria com o Programa Institucional de Fomento e Indução da Inovação da Formação Inicial e Continuada de Professores e Diretores Escolares – PRIL (Campus Floriano) e Mousikêducação, o “MAMA ÁFRICA 2” contou com a participação de diversos artistas e grupos comprometidos com a valorização da cultura negra e a promoção da igualdade racial.

O Movimento Negro Modjumbá, os Congos de Oeiras, o Movimento Negro Casa de Dandhara, Elineuza Ramos, Edmilsa Santana, Robison Raimundo, José Paraguassú e Lameck Valentim foram alguns dos nomes que brilharam na noite. A diversidade de expressões artísticas marcou presença com dança, música, arte literária e artes visuais, proporcionando ao público uma experiência rica e emocionante.

A proposta do evento vai além da simples celebração; é um convite à reflexão sobre a importância da Consciência Negra e um chamado à transformação social. A arte e a educação foram as ferramentas escolhidas para transmitir essa mensagem, demonstrando como esses campos podem ser instrumentos poderosos na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

O “MAMA ÁFRICA 2” reforça a ideia de que a união de esforços, representatividade e respeito à diversidade são fundamentais para a construção de uma sociedade mais consciente e inclusiva. O sucesso do evento destaca a importância de iniciativas que promovam o diálogo, a valorização da cultura afro-brasileira e o combate ao racismo, contribuindo para uma sociedade mais justa e igualitária em Floriano e além.

FONTE: FLORIANO NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

dois × dois =