sábado , 13 julho 2024
Capa » Floriano » Momento cívico e Feira da Agricultura marcam o 8º dia de atividades pelos 127 anos de Floriano
Momento cívico e Feira da Agricultura marcam o 8º dia de atividades pelos 127 anos de Floriano

Momento cívico e Feira da Agricultura marcam o 8º dia de atividades pelos 127 anos de Floriano

No dia 1º de julho é comemorado o Dia da Bandeira de Floriano, instituído pela Lei Municipal 499/2009. E foi com esse sentimento de amor ao panteão municipal, símbolo criado através da Lei 224/1971, pelo saudoso historiador professor Luís Paulo de Oliveira Lopes, que foi iniciado este primeiro dia do mês de julho, com o hasteamento dos pavilhões do Brasil, do Piauí, de Floriano e do Mercosul, na Praça Doutor Sebastião Martins, na abertura do oitavo dia de atividades comemorativas pelos 127 anos do Município.

Participaram do momento solene autoridades municipais, historiadores e população em geral. O historiador professor Djalma Nunes abriu os discursos trazendo um apanhado da história de Floriano, de quando ela foi elevada da condição de vila à categoria de cidade, através da Lei 144, de 8 de julho de 1897, assinada pelo então governador do Piauí, Raimundo Arthur de Vasconcelos, até os dias atuais, seguido, após, pelas demais autoridades com discursos de mesmo tom.

Na sequência das atividades comemorativas, também foi realizada a Feira da Agricultura, com a participação de agricultores familiares de Floriano e mais onze comunidades rurais, que trouxeram os mais variados produtos para serem comercializados, entre tipos diversos de hortaliças e verduras, frutas, ervas medicinais, temperos, bolos, comidas típicas da zona rural e desta época do ano, mel, vinagre de cana e até mudas de árvores nativas, como o oiti.

Esta é a quarta edição da Feira do Agricultura, cuja realização atende à Lei nº 1045/2021, de autoria do vereador Marcony Alisson. Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural e Abastecimento, Pablo Henrique Lima, “a realização da feira atende a duas vertentes importantes, que são fomentar a agricultura familiar, fazendo chegar à mesa da população produtos de qualidade, produzidos na região, além de fomentar a geração de renda aos produtores que se sentem motivados a produzir cada vez mais”, concluiu.

FONTE: SECOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

vinte − 9 =