sábado , 15 junho 2024
Capa » Floriano » Ato público reforça luta antimanicomial em Floriano
Ato público reforça luta antimanicomial em Floriano

Ato público reforça luta antimanicomial em Floriano

Nesta quarta-feira (29), a Secretaria Municipal de Saúde de Floriano realizou um ato público em apoio à luta antimanicomial, na Praça Dr. Sebastião Martins, no Centro. O evento reuniu parceiros, colaboradores e profissionais de saúde com o objetivo de promover a sensibilização e conscientização sobre o sofrimento psíquico, destacando a importância do cuidado humanizado em saúde mental.

O ato contou com uma série de atividades que envolveram a comunidade e enfatizaram a importância da inclusão e do apoio aos indivíduos com sofrimento psíquico. Entre as atividades realizadas, destacaram-se:

  • Rodas de conversa: Momentos de diálogo e troca de experiências sobre saúde mental, permitindo que participantes discutissem suas vivências e recebessem orientações de profissionais.
  • Mostra de crtesanato: Exposição de peças produzidas pelos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), mostrando o talento e a capacidade criativa dos participantes.
  • Testagem rápida: Serviço oferecido pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), proporcionando à população acesso a testes rápidos de saúde.
  • Práticas corporais: Atividades físicas e exercícios de relaxamento foram conduzidos para promover o bem-estar físico e mental dos participantes.
  • Serviços de Saúde Essenciais: Diversos serviços foram disponibilizados para atender às necessidades de saúde da população presente.
Além dessas atividades, a Secretaria de Saúde organizou uma panfletagem informativa, distribuindo materiais que explicam os direitos das pessoas com sofrimento psíquico e os serviços disponíveis na rede de saúde mental de Floriano. Essa ação visa aumentar o conhecimento da comunidade sobre o suporte existente e como acessá-lo.

O evento foi um importante passo na luta antimanicomial, reforçando a necessidade de tratamentos humanizados e inclusivos para pessoas com transtornos mentais. 

FONTE: FLORIANO NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

cinco × 3 =